Postagens populares

terça-feira, 6 de novembro de 2012

MADEMOISELLE

Se você olhar sua dobra mínima 
dentro e acima das pálpebras de Deus...
Ali se esconde aquela sombra 
de pesadelo que era o mundo adulto de seus pais.
Quem sabe se você olhar verá o que é impossível 
esconder: 
homens que em seus buracos puseram objetos sagrados e agulhas de humilhação.
Os dedos dos juízos da esquina e adjacências: naqueles sinais do pescoço: nossos julgamentos.
Quase escondido um ponto de depressão você verá.
Só juntar um com o outro para o ruir da tua consciência.
Há marcas ali sugerindo novelas de horror. 
Outras aqui sugerindo suspenses inelutáveis e cinemas com cheiro de urina.
Chamam-na de 
Putaselle.
Sequer ela conhece a França embora tenha um edredom com desenho da torre.
Um edredom todo azedo de inúmeros vômitos.
De quem é a imagem no espelho que ela mata toda manhã?
O espelho não reflete o seu nome todo. Só o Puta.
Postar um comentário