Postagens populares

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

O REBELDE


E assim que passou o sétimo dia,
Ele descansou em sua rede trançada de raios
Permanecendo assim por séculos antes de voltar a criar.
Luci Ferrigno tomava uma branquinha, 
enquanto folheava em ventania,
com inveja de seu pai se balançando.
Comia um céu estrelado
E lendo essa história,
Pensava: "será que foi assim?
Não foram tantos séculos."
Fechou o livro-nebulosa.
Ligou uma galáxia e ficou vendo

com sua turma de anjos supurados
programas proibidos no buraco negro.
Depois de esfregar os olhos
De sono, despencou. Com a turma toda.
Um pedaço de meteoro atingiu os olhos
Da Terra.
Pensaram monges que fora de propósito.
Desmemoriados pela queda,
os anjos deram aos roqueiros
o tema da rebelião.
A galáxia ficou eternamente ligada.
Deus só sorriu da queda desastrada,
muito embora a Terra chorasse
de olho redondamente vermelho.
Postar um comentário