Postagens populares

domingo, 20 de janeiro de 2013

MORRER DE AÇUCAR

Viu o que fizeste?
Sem o teu loló,
Agora, ele bebe,
Madame Drosó.

Não é tua culpa.
Nem é dele, certo?
Quiseste mudança
E ele deu veto.

Ficou viciado
Em cubos de açúcar,
Desde que negaste
Chupadas na nuca.


Voa em padarias,
Mas sem condição,
Só pra encher a cara
De açúcar-torrão.

Bem falo pra ele:
Não fique à mercê.
Tu é mosco novo,
Pega a Mosquioncê.


Esquece a Drosó,
Mosca afolosada,
Que com o Moscão
Tá amasiada.

"Mosca australiana
Essa Mosquioncê.
Deve ser metida..

Paga pra você...

E me dá um cubo
Que quero morrer
De comer açucar
Enquanto eu viver".
Postar um comentário