Postagens populares

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

PARADOXO DO MEDO


Desde o primeiro vagido
O medo
Desde o primeiro medo
A submissão
Desde a primeira hesitação
Fortaleceu-se
O mito do medo
O medo do mito
Desde o primeiro deus
O medo do filho destronando
Desde o primeiro arremedo
De choro
Desde o primeiro riso
Desde o primeiro amor
Desde o primeiro continente
Desde as primeiras estrelas
O mito se arrepiou com o ato incerto
A primeira mulher amada navegou em nosso medo
E pariu nossas coragens sem saber
Que estava criando heróis
Capazes de tudo
Até de vencer
Afugentar o medo
Postar um comentário