Postagens populares

terça-feira, 23 de julho de 2013

AMORÁVEL POETA SAIDO

O poeta saiu do centro: dura figura.
Saiu do cerne, esquecido 

e cruzou por fora.
E lhe dariam um cargo 
em comissão no Inferno 
por ingênuos sonhos parricidas.
Mas esses sonhos 
há muito alimentavam 
corvos de ironia...

Assim:

Voltou ao início das coisas. 
Flexível. 
Amoleceu, amorável.
Postar um comentário