Postagens populares

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

CUIDADO COM ELES...


Espalha-se o poema como flor.
Que todos sejam alimentados do que é redigido em suas pétalas.
Que todos matem a sua sede. 
Pronto. Ficou bonito.
Um poema com cheiro.
Mas...cuidado,
há os poemas gordurosos de rima, corrupção gramatical e gás léxico do bafo de definidores e de seu ódio ao eu.
Cuidado. Levanta a cabeça. Eles passam.
Postar um comentário