Postagens populares

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

SEM MAIS ASSIM ATÉ O FIM

Uma mulher te ampara
como na gravura.
Você olha pra cima
e os olhos te furam,
como no parque de diversões.
O filme se passaria em 1920.
Não haveria mais fatos.
Só o olhar dela te esburacando
a alma.
Sem mais nem menos.
As chamas da íris te aquecendo.
E a morte tua de flor na boca,
....fina e cênica.
Postar um comentário