Postagens populares

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

INAPTO A THOMAS MANN


Escrever
umas poucas
palavras moucas
dizem gerar
um poema bom
herdeiro rouco
do Pai Oriental
profundo

com marcas
de talco para pés
e mistério de
humor de
surpresa
assim no infinito
e morder a sabedoria
na própria nuca

e o próprio rabo
tratando o signo
com dieta pós
e depois olhar o poema
raquítico
sem pena
e desejar que ele palmilhe
a passarela

como padrão aos críticos
desculpem este poema
com necessidade
de ser,
justificando
sua falha erudição com
vaselina Íxion ou
glicerina Tântalo

para seu delírio,
Fausto com sífilis

na hetaira otária
margarida morta
se esmerando
na praia
com clientes
esperando
sua navalha
Postar um comentário