Postagens populares

quinta-feira, 22 de maio de 2014

NESTE MIRANTE INVENTADO

Na sala de não-fumantes
não-fumo minha cidade
que teve muita fumaça em sua vida.
De vez em quando, escapa
Para um cantinho
E fuma um tiquinho.
A perdôo porque é barra
tentar parar.
Não-fumo minha cidade
mas a vejo em névoa londrina.
Um pouco de aço, um pouco de fertilizante,
um pouco de pó aqui, acolá.
Vejo um cachorro e um menino
e o menino sou eu
e o cachorro não é meu,
apenas nos encontramos
e seguimos
um olhando pro outro,
a dizer pelos olhos
que vai ventar pra caralho.
Mas eu mesmo estou de longe,
adivinhando esse papo
e não-fumando minha cidade
na sala de não-fumantes
deste mirante inventado.
Postar um comentário