Postagens populares

sexta-feira, 30 de maio de 2014

MULHER COM CHAPÉU

Vivo, sei que até um tanto.

A morte é pra quem vive.

Vou secando no varal da estrada

Minha poesia esticada,


Sacrossanta e freudiana.

Nunca confundi

Uma mulher com um chapéu.
Postar um comentário