Postagens populares

segunda-feira, 23 de junho de 2014

VOU SER SEU AMIGO

O escritor ridente.
Ri pra si mesmo.
Fuça no próprio pasmo.
Tomou um remédio.
E vai mijando ele durante todo o dia.
Vanitas. Vanitas.
Registra a si mesmo
Eloquentemente.
Loquaz, alma sem dente.
Faz citações em latim.
Fala palavrão como convém
À turma do destempero
Contemporizador.

Estou pronto a roubar o escritor.
Ele é bom. Ele é mau.
Senta com os bons.
Cospe como os maus.
Com os bombons.
Vou roubá-lo.
Urinou em torno da cadeira.
Pediu um chopp.
Veio uma cerveja.
Marca - Flor-De-Sade.

Não, roubar é pouco.
Vou aparar suas perninhas curtas.
Madeiras em sua mente? lascadas.
Versos em caixotes plásticos.
Papa concursos por competência.
Embora o nojo de concorrer.

Não, aparar-lhe as perninhas é pouco.
Vou ser seu amigo. E meu.
Postar um comentário