Postagens populares

quinta-feira, 17 de julho de 2014

FERVURA

O amor é sua própria fervura
e um jeito de acenar ao centro
que fora se torna ou nunca faz,
é como ousar temperos com aumento
de gosto de um sempre falaz

Você pensa num rosto e ensolara,
você abarca reinos, e se afoga
bem dentro em si, de um jeito vasto
no sol que ao peito explodirá

Ficamos sem poder andar, a fritar-nos,
a fritá-lo sem saber um fio
Postar um comentário