Postagens populares

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

IESSIÊNIN FEZ UM AVIÃO

Ele
fez um pouso,
como nem todos podem ser voos
ele fez um pouso dentro, sem nome

O difícil: um maço de paz interna

Realmente, a morte não é difícil
como beber deste papel
jogado,
nunca um papel morreu tão vivo,
viveu um pouco rasgado
pois quando a gente cria
o rasgo permeia
às vezes por equívoco
do contramestre
do risco à deriva,
que entorta enquanto vomitamos
a tempestade inopinada,
e chora rumo àquele país
interno mas no meio
entre um antes e um depois
entre a testa e o queixo
não fora dos mapas da emoção
navegante
Postar um comentário