Postagens populares

quarta-feira, 13 de julho de 2016

SOPINHA DE AMOR

Não há quem seja silente
Após sopinha de amor.

Os amores deixam sempre
As almas pela metade.

Os amantes tem da letra
Cortes com parcialidade.

A verdade morde e late
Por amor quase de tarde.

Mas amor nunca foi voz que dubla
Cantos racionais.
Postar um comentário