Postagens populares

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

ENFIM, SÓS



Hás de ficar velha, e buscarás a mim
no retrato oculto em meio aos pingentes.
E eu, velho, em remorsos, procurarei
Encontrar a ti em velhos presentes.

E aquela elegância que plena ostentavas
Não dará sinal, nem o tom indócil
Que eu te lançava causará mais mal,
Tua face bela como a minha: óssea.

Lembrarás as guerras que por ti vencia,
Lembrarei do quanto nossa voz
Alçava em supremas alegrias.

E um dia esbarraremos nos faróis
De movimentada rodovia,
E te direi, ferrado: enfim, sós!
Postar um comentário