Postagens populares

domingo, 30 de novembro de 2014

DUAS EM UMA COMO SE FUNDIDAS

Procurei por todo lugar,
embaixo da cama,
nos escaninhos do computador,
nas gavetas, às quais tive de consertar,
com um preguinho nos cantos,
procurei no corredor,
debaixo da pia, onde encontrei
uma gota gelada, solitária,
e, em ato de misericórdia,
a matei com um paninho,
procurei na televisão, no sofá,
detrás das duas máscaras
venezianas, que trazem cada uma
um espírito,
e não encontrei,
até que indaguei da esposa,
que jogava cartas virtuais,
sobre a minha alma,
e ela me respondeu
que estava junto da dela
desde que nos casamos
naquela longínqua noite
e de tão agarradinhas
é como se minha alma não existisse,
fora da dela a foder a minha
com gozo de deuses com satiríase
Postar um comentário