Postagens populares

sábado, 9 de setembro de 2017

TRONO

Somos donos
do que 
pode ser que
um dia de sol
num físsil passo

Existem drogas
no ser dono de algo
que  logo viciam

Não se erga
se achar
seu trono em pé

CHORA A TELA

gota de água
no notebook,
chora a tela

ÁGUAS IMERSAS

Chegando às águas imersas,
Molhai o corpo com afeto,
E reabri os mil poemas
Do tutano em vossos ossos,
Bulindo os tesões de Atenas.
E com carinhos gozosos
Que oceânides vos banhem,
E no amor vosso, tormenta,
Faça com suas escumas
Mais eróticos momentos.
Assim, mergulhando dentro,
Figurando, buliçoso,
No aceso ventre das tochas,
Mostre o vosso amor brioso
Suas águas fervorosas.

SUAR LAVRAS

A quem quer tecer letrada
Solidão de suar lavras,

E em meio ao ser lavoura
De colheitas fazer livro,

Limpar orelha e lombada,
Ritmar com letras-facas.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

TEMPEORO

Me atingiu por segundos
um forte cuspe do Tempo,
um meteoro rotundo
no espelho me fendendo 

FIRME EROS

Por céus penetra,
um aceso beijo pega nariz e boca.
Dedos preparando,
ameaçando a morte: o gozo.
A fala o falo achando gruta e laço,
a vida em corpo untando o traço.
Fim. E recomeço.

PROCURA

De-dia, me procurei.
De-noite, não desisti.
De-madruga fiz a linha,
Trancei chegadas, morri.
Eu já tinha ido aqui,
Vindo lá, sem me atingir...